domingo, 16 de outubro de 2011

Você é o que você come

Muito do "engordamento" global é devido a lei da oferta e da procura.

Gente, quando eu eu era criança, e maioria dos meus leitores, acredito eu, não existiam tantas opções de comidas no supermercados. Minha família era simples mas não éramos pobres, nos alimentava-mos muito bem, íamos pra praia uma vez por ano (de ônibus), não tínhamos carro nem escola particular. Mas a comida sempre foi muito farta e saborosa, embora simples, comparada aos dias de hoje.

A começar pelo café da manhã: Num copo lagoinha com café puro ou café com leite e pão com manteiga. Algumas vezes tinha um bolo ou pão de queijo (feito pela minha mãe) no lugar do pão francês, e mais raro ainda era ter presunto e queijo, mas as vezes tinha. Hoje temos dezenas de opções de café da manhã, muitos deles, muito calóricos.




Macarrão era na maioria das vezes bolonhesa lotado de queijo ralado. Delicia ?



E arroz com feijão, bife, batata frita e salada de alface com tomate? Era recorrente. Cotidiano. E daí soma- se couve refogada, angú, frango ensopado, carne moida cozida, legumes refogadinhos etc... O que mais? Não me lembro agora. Hoje vejo lazanha e estrogonofe diariamente nas famílias, e não nos fins de semana mais...





AH! Me lembro quando começamos a encontrar enlatados nos supermercados, creme de leite, queijos diferentes.... Era o paraíso. Ainda hoje, chego no Verde Mar e tem coisas que eu preciso perguntar o que é! Só que esse paraíso que tem muito a ver com a politica mundial, da abertura das fronteiras e da globalização, antes vinho e azeite importado era coisa de rico, e hoje, graças a Deus, muita gente conhece e consome vinho, azeite e mil iguarias deliciosas... Que bom ? Só que o paraíso engorda!




Só que do mesmo jeito que os embutidos, enlatados e industrializados, queijos, azeites e vinhos chegaram as nossas mesas, também vieram frutas que eu nunca antes eu havia ouvido falar: Kiwi, açaí...

N aminha infância não tinha pão folha. O sanduiche de pão folha, é um exemplo de comer bem, saudável e delicioso. E rapidinho de fazer. Quando eu era criança só tinha o pão francês e o pão doce, hoje, existem mil pães bem mais leves e tão saborosos quanto. O pão folha que encontramos geralmente nas lojas de comida árabe, ou no mercado central de BH, é um achado, nele coloco tudo que me ocorre para um sanduiche nutritivo e delicioso... Folhas, tomate seco, cogumelos, kani, uma fatia de presunto e queijo, azeite e pronto! E fica lindo!




A gente chega hoje na padaria hoje e encontra uma variedade enorme de pães de forma mais leves, diets, sem açúcar, com fribras, com sementes.... Mil opções.




Antes, havia o pão de forma, branco, pra gente fazer gente um misto ou uma torrada ? Hoje tem tanta opção light e diet para se montar um sanduiche nutritivo e gostoso. Eu levo o meu lanchinho pra onde eu vou, eu lancho as 9 da manhã e as 3 da tarde independente de onde estija. 2ª 3ª e 4ª lancho na escola onde trabalho, que tem um cantina de salgados e refrigerantes que eu nem passo perto. No salão SPAZIO onde passo todas as manhãs de 5ª e sábados, e muita gente, entre clientes e funcionárias, fica curiosa em saber o que tem tem dentro do meu sanduinhe, e ficam surpresas quando provam e sentem que é delicioso. E muita gente lancha uma coxinha e uma coca! E depois reclama do tamanho do manequim. Tenha santa paciência! Ou pior, quase sempre toma remédios para emagrecer quando a situação fica insutentável.



Pra comer mais legumes, verduras em saladas, pra comer como o que costumo dizer: "Comer o que é plantado e não o que fabricado". Tem lançar mão do sabor e da beleza como atrativo número um. Comida é altamente sensorial tem que aguçar os sentidos primeiro.






Variedade de cores, cortes diferentes e condimentos como ervas variadas. Eu adoro óregano e manjericão, azeite, cubinhos ou fatias finas de queijo e presunto (acho o defumado mais gostoso), tomate seco, cogumelo, kani, azeitona preta e verde, alcaparras, palmito, ervilha, milho, colore e dá um toque muito mais atrativo. Claro que não, tudo isso junto, uns três ou cinco por vez eu acho de bom tamanho. E o mínimo de sal possível. Se você optar por um molhinho dispense o sal puro.






Sucos sempre são muito mais nutritivos, mas também muito mais calóricos, Eu tomo o um suco por dia. Em restaurantes quando saio para jantar muito bem acompanhada eu tomo vinho adoroooo! Num ritual da taça, ao prato escolhido à companhia. Nem pense em me oferecer vinho em copo comum sem haste! Em bar que eu também gosto muito de ir, e eu não tomo cerveja, detesto cerveja e cervejeiros! E procuro não tomar refrigerante porque dá celulite e é um caminhão de açúcar disfarçado com sal, pode? Tomo um suco de frutas com adoçante e depois água mineral com gás. Se o me oferecerem água num copinho fuleiro, peço um longo,ou o mais bonito que tiver, cheio de gelo, muda! acredite! Até água num copo lagoinha e numa taça faz diferença.






Adoro, amo, sou apaixonada com massa. E meus filhos também. Aqui em casa, somos todos bons de garfo ou bons gourmets. Que no fundo, no fundo dá quase no mesmo, se você não considerar bom de garfo apenas como apreciador de grandes quantidades, o que nós apreciamos também. KKKKKKK

Gostamos de comer, gostamos de sabores, aromas e cores, de mesa posta e farta, de prato bonito e de conversar à mesa... Os meninos hoje, estão com 9 e 12 anos e já fazem muita coisa na cozinha. E o mais velho, o Nicolas fala e ser chef de cozinha. O macarrão a bolonhesa basicão da minha infância ganhou outras mil roupagens. Frio ou quente com ervas, tomate seco, azeite, alho e óleo, bolonhesa e molho branco também. Portanto nem todo prato de macarrão precisa ser uma bomba calórica, e sem contar que, brincando, brincando você apura o paladar das crianças. Como é o dos meus meninos hoje, adolecentes que não só, comem de tudo como conhecem a boa comida, diferente da maioria dos amigos da idade deles




Se não for bonito não será atrativo, mesmo que seja gostosíssimo. Precisamos antes, comer com os olhos, desejar. Faça uma salada com capricho, cores, sabores e aromas.




Abuse das frutas em coquetéis com muito gelo adoçante com ou sem álcool. E lembre-se o álcool é mega calórico hem?!






Águas aromatizadas com ervas ou frutas também é um bom artifício para beber algo com caloria zero mas absolutamente charmoso e gostoso...







E por fim, a sua geladeira. Que na verdade começa nas suas compras. Eu quando saio como o que desejo, não perco uma oportunidade de jantar fora em grande estilo, uma pizzaria ou num bom boteco comer filé com batata frita. Prezo muitíssimo esses momentos que são sempre com amigos ou pessoas que eu amo. Outro dia fui convidada para ir no Bar do Careca, tem gente que ficou espantada comigo, achando que eu só gosto do glamour. Gosto muito. Mas como toda boa belorizontina (capital dos botecos) eu não poderia deixar passar a oportunidade de comer uma carne cozida dos deuses. Um bom boteco tem o seu lugar, assim como restaurantes elegantérrimos, almoços em família, café com as amigas ou pizza com os filhos... Comida une, quebra barreiras aquece o corpo e o coração.

Abasteça sua geladeira com comida saudável e nutritiva. Não compre pizza congelada para estocar, saia com amigos ou família e a vá a uma pizzaria decente. Não compre barras de chocolate no supermercado, coma uma trufa divina ou uma fatia de torta, com um café expresso numa charmosa cafeteria com sua melhor amiga. Não coma macarrão toda noite porque você está cansada e é mais fácil, vá numa cantina e de preferência cante a Tarantelalla e tome vinho super mega bem acompanhada. Não coma batata frita em casa, saia com uma turma de amigos e coma num bar descoladao ou num boteco bem botecão mesmo, delicia.... Daqueles com copo lagoinha e sem toalha de mesa, mas com uma thurma nota 10! Não faça você mesma uma feijoada, que dá um trabalho do cão, vá num restaurante sábado a tarde e saboreie uma feijoada divina evetualmente claaaaaro. Não coma angú todo dia em casa, vá em Macacos e coma angú com frango com quiabo ou frango a molho pardo da Dona Dica, bata longos papos com sua família ou amigos que certamente estarão com você enquanto ela mata o frango. KKKKKKKKKK





Não perca oportunidade e convívio social com as pessoas que você curte e ama por causa da sua dieta. Claro que mesmo feliz e se divertindo tenha bom senso e moderação. Mas faça você sua dieta, seu plano alimentar na sua casa, durante a semana, na rotina, paar poder sair da rotina. Se você almoça em casa, melhor ainda, eu não como mais em casa e nem por isso saio fora do meu plano alimentar. Almoço de 2ª a 6ª é rotina, não tem ritual nem glamour, coma direito e dentro do seu propósito. Tenha na sua geladeira só o que é saudável, nutritivo e saboroso, ela é sua, você que compra, você que decide o que tem ou não, dentro dela. E ter filhos pequenos não é desculpa, eu tenho, eles comem mega bem em casa, na rua tomam refrigerante, nas festas comem muitos, muitos brigadeiros, em casa comem como eu. Chips? Um no mês? Guloseimas? Fim de semana.


E por último: De nada adianta, cremes caros, tratamentos estéticos super modernosos sem a beleza que vem de dentro, a saúde é a primeira beleza. E quem tem saúde tem em consequência menos peso, silhueta mais harmônica que realçam as lindas roupas que desejamos tanto.
Beijos Light

Gisele

2 comentários:

  1. Ótimo tudo isso. Teu blog é um espetáculo, não é cansativo...é delicioso, adoro isso de muita imagem e pouco escrito, se entende tudo !!!
    Parabéns !!!! Sucesso!!!!

    ResponderExcluir
  2. Lila,
    Obrigada, obrigada, obrigada...
    BJS

    ResponderExcluir